Na última quarta-feira, o Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual, teve seu pedido de utilidade pública negado na Câmara dos Vereadores de Curitiba. Por 15 votos contra e 10 a favor, os vereadores rejeitaram o pedido.
O Instituto Dignidade (Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual) é um braço de pesquisa em Educação do Grupo Dignidade, mais antiga ONG LGBT do Sul do país, com 24 anos de fundação e referência internacional na luta pelos direitos LGBT.
O argumento da bancada evangélica foi de que a entidade quer promover a “ideologia de gênero” e doutrinar as crianças nas salas de aula para a homossexualidade e desconstrução dos gêneros e da família.

DEIXE SEU COMENTÁRIO