Rock Hudson – o ator norte-americano não fazia questão de se esconder no armário quando dava festas em casa para os amigos, mas publicamente ele nunca se assumiu. Hudson chegou a se casar com Phyllis Gates, que se assumiu lésbica anos depois da morte do marido em decorrência da Aids. Foto: Reprodução

04ddf760-e397-11e4-88c9-15b3bf5fb2b0_Rock-Hudson-tile

Raymond Burr – o astro de ‘Janela Indiscreta’ (Alfred Hitchcock) disse à imprensa que teve duas mulheres e um filho e que eles teriam morrido, mas essa história foi provada falsa. Ele teve de fato um relacionamento longo com seu empresário, Robert Benevides. Foto: Reprodução

download

Liberace – o pianista mais extravagante da história das plumas e paetês nunca assumiu ser homossexual, mesmo morando por cinco anos com o seu assistente e amante Scott Thorsen. O artista chegou inclusive a processar veículos da imprensa que diziam que ele era gay. Liberace morreu em decorrência da Aids em 1987. Foto: Reprodução

24-liberace.w750.h560.2x

Katharine Hepburn – a atriz norte-americana tinha fama de rebelde por seu gosto pelo vestuário masculino e pela aversão à imprensa. Os rumores de que ela poderia ser lésbicas começaram a circular em 1930, mas nunca foram provados. Biografias da atriz afirmam que ela era bissexual. Foto: Reprodução

220px-Katharine_hepburn_woman_of_the_year_cropped

Ed Koch – Político norte-americano, foi prefeito de Nova York logo no início da epidemia de HIV/AIDS nos anos 80 e foi criticado por não criar iniciativas para ajudar os infectados. No entanto, após a sua morte em 2013, um amigo próximo do político – o jornalista Charles Kaiser -, revelou que ele era homossexual e que, inclusive, se arrependeu por não ter agido durante o boom da AIDS. FOTO reprodução

koch

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO