O programa Esquenta (Rede Globo) apresentado no último domingo, (06/11) contou a história do militar Alberto que não aceitava o fato do filho ser gay. O final dessa história é emocionante.

Fátima, casada há 26 anos com Alberto revelou que tinha medo de conversar sobre a orientação sexual do filho com o marido: “Eu tinha uma insegurança porque como o Adalberto não aceitava, eu tinha medo de falar. Uma vez falei para ele que se colocasse nosso filho para fora, ia todo mundo”. Adalberto contou que o casamento chegou a balançar por conta da situação. “Eu não tolerava ouvir aquilo. Aquilo me irritava muito, porque meu filho era homem no meu conceito”.

A  apresentadora teve a triste resposta quando perguntou: “Como é que foi para esse pai mecânico e militar?”, “Foi terrível, mas eu tive que melhorar. Você só imagina que vai acontecer na casa dos outros. Eu demorei muito pra engolir”.

Emocionado, o mecânico ainda declarou que encontrou em seu genro um novo filho e que a relação atual é de harmonia. “O Enrico nunca forçou nada. Ele sempre foi muito discreto. Ele foi conquistando aos poucos, foi chegando e ocupando o espaço dele, até que chegou uma hora que eu disse: ‘é a nossa família’.”

 

(Foto: João Januário/Globo)

272540 272541

 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO