Uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard aponta que ejacular com frequência reduz o risco de câncer de próstata. O estudo também foi publicado recentemente na versão online da revista científica European Urology. A prática reduz em 20% as chances de desenvolver a doença.

Os pesquisadores da área de epidemiologia concluíram que a estratégia tem a mesma eficácia quando empregada na relações sexuais ou durante a masturbação. A pesquisa foi realizada com 32 mil homens, que tiveram os seus hábitos sexuais acompanhados por 18 anos.

Os resultados mostraram que, em geral, os homens que ejaculavam pelo menos 21 meses por mês corriam um risco 20% menor de desenvolver câncer de próstata, em comparação com aqueles que tinham entre quatro e sete ejaculações mensais.

Uma das explicações para a associação estaria na liberação de substâncias, como os hormônios ocitocina e DHEA durante a ejaculação. Os compostos teriam um efeito benéfico para a saúde.

DEIXE SEU COMENTÁRIO