A gente estava bem ansioso pelo filme King Cobra, o pornô gay que promete quebrar a indústria de filmes. Mas parece que nem tudo são flores. O famigerado Brent Corringan fez uma declaração que parece ameaçar o sucesso do filme.

Brent afirma que os produtores tinham apenas a permissão para usar seu nome, mas que a história ainda não havia sido aprovada. Para ele, os produtores debocham da comunidade gay e denigrem a imagem da indústria pornô.

No filme, Brent é uma das testemunhas chaves do assassinato de Bryan Kocis e é considerado a base da história do trama. O filme chega dia 21 deste mês nos Estados Unidos.

O trailer é tão quente que vale a pena conferir de novo! Vamos lá:

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO