Um homem de 69 anos foi pego se masturbando em frente a alunos de uma universidade virou caso de policia em um dos países mais conservados da Europa. Pietro L., foi acusado de indecência ao ser visto pegando no seu pênis em frente a estudantes do sexo feminino no Campos da Universidade Catania, na Sicília.

Ele foi condenado por um tribunal local a três meses de prisão e a pagar uma multa equivalente a cerca de R$12.500.

No entanto, de acordo com o Jornal The Telegraph, o advogado de Pietro recorreu à Suprema Corte da Itália, que mudou a condenação, citando uma lei criada ano passado que descriminalizou o ato de se masturbar em frente a mulheres.

O caso voltará à justiça de Catania. O valor da multa deve subir, mas o acusado não corre mais o risco de ser preso.

italia_autoriza_masturbacao_em_publico_legalizada

DEIXE SEU COMENTÁRIO