O jornalista neozelandês David Farrier produziu um documentário intitulado de ‘Tickled’, que aborda nada mais do que uma competição/fetiche em cócegas.

Para realizar as filmagens, ele pesquisou o assunto na internet e viu vários vídeos de homens amarrados e recebendo cócegas de outros. “Fiquei intrigado e pensei em fazer uma reportagem de dois minutos no meu programa mesmo, então entrei em contato com eles. De verdade, uma pequena reportagem era todo o meu objetivo”, explica o jornalista que tentou fazer parte destas competições, mas não foi aceito por ser bissexual.

“Não esperávamos encontrar o que encontramos. Se você assiste ao filme você descobre que a questão não são as cócegas – é o poder. Tínhamos interesse no lado psicológico, no que leva esses homens a participar dos vídeos, e a maioria eram atletas ou militares, e de Estados (americanos) mais pobres.”

Ele descobriu, então,  um “império das cócegas” que movimentaria mais dinheiro do que ele podia imaginar –  homens ganham cachês para serem amarrados e receber cócegas.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO