Grupo composto por representantes de setoriais LGBT do PPS e do PSDB tentou dialogar com o presidente interino, Michel Temer, em maio deste ano, e busca marcar uma agenda com o peemedebista, sem nenhum sucesso.

A equipe de Advogados pela Diversidade Sexual e de Gênero (GADVS), integrantes das comissões de diversidade sexual da OAB, ativistas de diversas ONG LGBT do país e diversas outras pessoas interessadas, preocupados com os direitos e políticas para Lésbicas, Gays, bissexuais e transexuais, escreveram uma carta a Temer, pedindo, por exemplo que o presidente apoiasse projetos de Lei como a Lei de Identidade de Gênero (PL 5002/2013), de autoria do Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Erika Kokay (PT-DF).

De acordo com o HUffpost Brasil, Eliseu Neto, coordenador nacional do PPS diversidade e um dos autores da carta, juntamente a representantes do Diversidade Tucana (setorial LGBT do PSDB), conseguiram se reunir com o Ministro da Justiça Alexandre de Moraes, quando discutiram a iniciativa. Eliseu inda articulou com Senador Cristovam Buarque (PPS-DF) para que o presidente em exercício os recebessem.

A comitiva também se encontrou com a vice-procuradora geral da república, Deborah Duprat, com quem discutiram diversos temas, dentre eles a carta e o desejo de entregá-la para o interino. Porém, os esforços não se mostraram suficientes e Michel Temer não parece ter interesse em receber o grupo, o que dirá de assinar a carta e se comprometer com os direitos da comunidade LGBT.

Com informações do Notícias ao Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO