Justin Bieber recusou um cachê milionário para fazer uma apresentação de 45 minutos em um evento do Partido Republicano dos EUA e ganhou pontos conosco. A quantia chegava a cinco milhões de dólares, informação revelada pelo site ‘TMZ’.

Segundo o site, pesaram na decisão do cantor dois fatores: seu agente cogitou pedir demissão e seu amigo LeBron James, astro do basquete, o aconselhou a rejeitar a proposta.

O convite era para que Bieber cantasse na Quicken Loans Arena, próxima ao local onde a convenção nacional do partido estava sendo realizada. Os produtores do evento disseram à CCA que não seria um “ato político” e que não significaria uma declaração de apoio a Donald Trump. No entanto, o agente de Bieber, Scooter Braun, que apoia abertamente a candidata democrata Hillary Clinton, considerou a ação “100% política”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO