Arun-JaitleyO Ministro das Finanças da Índia, Arun Jaitley falou sobre as leis do país que criminalizam o sexo gay. Segundo ele, a nação não deve mais ignorar a comunidade LGBT.

“A decisão de 2014 da Suprema Corte, banindo o sexo gay, não está de acordo com a jurisprudência legal e o julgamento sobre este assunto deveria ser reconsiderado”, afirmou durante a “Times LitFest”.

Jaitley ainda disse que a visão sobre os direitos LGBT precisa ser atualizada e discutida, já que trata-se de uma lei de 50 anos atrás e que não encaixa mais nos moldes atuais da sociedade.

Segundo o artigo 337 do Código Penal Indiano, “atos homossexuais são contrários ao curso natureza”, o que pode ser punido com até 10 anos de prisão.

4769296247_8059895f91

DEIXE SEU COMENTÁRIO