cms-image-000407903Um sacerdote de 44 anos foi preso pela polícia italiana pelo crime de prostituição de menores e posse de material pornográfico. Segundo as autoridades, o padre utilizava o aplicativo Grindr como forma de se aproximar das vítimas.

As investigação do Time Móvel foram iniciadas em março, quando policiais pararam o sacerdote em uma moto com um menor de idade, em um local afastado.

O jovem disse ter conhecido o religiosos no chat do aplicativo.

A prisão foi feita por agentes do Time Móvel de Reggio Calabria, na zona de Piana di Gioia Tauro.

Um juiz do tribunal de Reggio Calabria emitiu uma ordem de prisão preventiva contra o sacerdote, a pedido da Procuradoria da República.

O religioso também responderá por falsidade ideológica e aliciamento de menores.

DEIXE SEU COMENTÁRIO