201512111308410lc7vBFhchO padre Peter Miqueli, de 53 anos, é acusado de roubar mais de US$ 1 milhão de doações feitas à igreja, para utilizar com seu amante em fantasias sexuais. Segundo o jornal NY Post, ele gastava cerca de R$ 3,8 mil por cada relação com Keith Crist.

O sacerdote seria o “escravo sexual” do boy, chamaria-o de mestre e beberia sua urina. O restante do valor, teria sido utilizado para comprar medicamentos ilícitos e uma casa em Nova Jersey.

20151211130912nuZPzc9M0IOs desvios das doações teriam começado em 2003, mas o processo contra Miqueli só foi aberto recentemente por membros de duas igrejas por ele passou. O advogado de acusação, Michael G. Dowd, disse ter ficado impressionado com o caso. “Como é possível que ele esteja agindo assim há nove anos sem que a arquidiocese tenha feito algo?”, questiona Dowd. “Alguém extremamente poderoso está protegendo ele”, acrescentou.

Fiéis da atual igreja do padre estão fazendo uma campanha no Facebook para exigir que ele seja afastado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO