Homofobia causa nojo e revolta. Pois é, após sofrer ofensas homofóbicas do jogador Rajon Rondo (idiota!), durante a partida da NBA, o árbitro Bill Kennedy assumiu a homossexualidade.
Em conversa com um site norte-americano, o juiz admitiu ser gay (adoramos a coragem!) 🙂
“Eu tenho orgulho de estar na NBA e eu tenho orgulho de ser gay. Eu sigo o caminho de outros que se identificam com a esperança que essa mensagem vai ser enviada para os jovens que no esporte não se deve permitir que se sinta envergonhado de quem você é”, disse o árbitro.
(Foto: reprodução)

(Foto: reprodução)

Na partida do dia 3 de dezembro, Rondo ofendeu os juízes do duelo, incluindo Bill Kennedy.

 O jogador foi punido e deixou a quadra após as ofensas, mas não deixou o local e desferiu xingamentos homofóbicos contra o árbitro. “Você é uma bicha, Billy”, disse Rajon Rondo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO