127_ext_arquivoUma pesquisa feita pelo site britânico You Gov mostrou que as mulheres são quem tendem a responder a insultos homofóbicos. Essa atitude foi observada até duas vezes mais em comparação aos homens.

Segundo os resultados, ao ouvirem qualquer tipo de crítica homofóbica, 27% das mulheres disseram ter intervindo na situação, enquanto apenas 13% dos homens se coçaram para fazer algo.

O estudo, que não levou conta a orientação sexual e nem identidade de gênero, ainda revelou que 49% dos britânicos já ouviram alguém ser chamado de “bicha”, “sapatão” ou “trava”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO