Alguns homens acham que não precisam cuidar da saúde íntima e que isso é apenas uma preocupação para as mulheres. Mas, cá entre nós, ninguém merece chegar na hora H com o boy e perceber que ele não se cuida.

Pois bem, confiram algumas dicas do site ‘Minha Vida‘ para se cuidar melhor – ou então mande a matéria para aquele seu amigo cascão.

Lave as mãos!Lavar-maos-hg-20100527

É fundamental para evitar o risco de levar bactérias e fungos para região genital. Ao tocar o pênis com a mão suja, o homem está contaminando a mucosa e pele da região com todos os germes acumulados, podendo contrair várias formas de doenças.

Enxugue o pênis

Apesar de não ser habitual, enxugar o pênis após urinar com papel higiênico evita ou reduz a possibilidade que restos de urina fiquem na cueca. As inflamações e infecções fúngicas são reduzidas dessa forma.

No banhobanho_

Puxe a pele do prepúcio, passe água com espuma de sabão e limpe a camada de gordura que normalmente se forma. Essa gordura se chama esmegma e é produzida por glândulas penianas.

Sabonete

Não existe um tipo específico de sabonete para lavar o pênis, mas o recomendado são os comuns, com pH de 7, neutro. Para quem tem a pele mais sensível e propensa a alergia, os com pH entre 5 e 6 são melhores.

Após o sexo

É de extrema importância a higienização após a relação sexual. Com isso, evita-se infecções por fungos, como a candidíase.

Depilação825104

Muitos homens gostam e pedem para que os outros se depilem. Entretanto, isso pode aumentar as chances de inflamação e infecção cutânea, formando até foliculites e abscessos de pele.

Cuecas

O uso de roupas íntimas muito apertadas diariamente pode influir na qualidade do sêmen. Os testículos quando muito próximos do abdômen ficam expostos a uma temperatura corpórea maior, que pode levar a dano temporário da qualidade e quantidade de espermatozoides produzidos. Os melhores modelos são as cuecas samba-canção ou boxer, que são mais folgadas, permitem o posicionamento anatômico do escroto e a maior circulação de ar, evitando umidade local.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO