colombiaA Colômbia deu um passo para o futuro nesta semana. A Suprema Corte do país legalizou a adoção de crianças por casais homoafetivos. Anteriormente, o país proibia que pessoas do mesmo sexo tivessem um filho adotado, a não ser que um deles fosse o pai biológico.

Com seis votos a favor e dois contra, o projeto favorável às famílias foi aprovado e a corte afirmou que, “não permitir que casais gays adotassem, limitava o direito das crianças de terem uma família”.

A Chefe de Justiça do país, Maria Victoria Calle Correa, disse ainda que “a orientação sexual ou gênero não é um indicativo de incapacidade moral, física ou mental para a adoção”.

Entretanto, a Colômbia ainda precisa avançar em outra questão. As uniões civis são permitidas no país, entretanto, o pedido para a legalização do casamento gay foi negado no Congresso em 2013.

DEIXE SEU COMENTÁRIO