size_810_16_9_lgbt-russiaOs legisladores russos estão redigindo uma lei que aplicará multas ou, até mesmo, prisão para quem se declarar gay. Segundo o jornal Izvestia, ligado ao governo do país, a lei iria criminalizar qualquer tipo de confissão pública de homossexualidade.

Para a Human Rights Watch, o projeto será como uma emenda à controversa lei de proibição da chamada “propaganda gay”, que a Câmara Baixa do Parlamento Russo aprovou em 2013, e que serve como “uma ferramenta de discriminação, legitimando a homofobia.

De acordo com a proposta de alteração da lei , as pessoas que são definidas como tendo “uma orientação sexual não tradicional” podem ser multadas em 5.000 rublos (US$ 80) por “demonstrar publicamente suas preferências sexuais”. Se o mesmo for feito em escolas, instituições culturais ou prédios do governo, isso seria punível com até 15 dias de prisão.

Vale lembrar que o presidente russo Vladmir Putin disse, em entrevista ao canal americano CBS, que as pessoas exageram ao criticar os direitos dos gays no país e que a comunidade LGBT não sofre discriminação por lá.

DEIXE SEU COMENTÁRIO