ney

Ney Matogrosso está no elenco de um dos filmes (Foto: Divulgação)

Em seu segundo ano, o Prêmio Felix vai selecionar e premiar o melhor filme LGBTT no Festival do Rio, que acontece de 1 a 14 de outubro. O júri, composto pelo cineasta Daniel Ribeiro (diretor de “Hoje eu quero voltar sozinho”), pela jornalista e crítica portuguesa, Kathleen Gomes e pelo jornalista Gilberto Scofield vai eleger, entre 25 títulos espalhados por toda a programação, as melhores narrativas em documentário e ficção.

Uma novidade é que este ano o Festival do Rio criou ainda o Prêmio Suzy Capó – Personalidade Felix do Ano, que passa a homenagear um nome de destaque no universo LGBTT brasileiro. O troféu foi criado como um tributo à memória da idealizadora do Prêmio Felix, que morreu no início deste ano. O primeiro Prêmio Suzy Capó será entregue à atriz Rogéria por sua contribuição à causa gay.

A entrega dos Prêmios acontece no próximo dia 11, no CCBB, com a presença de convidados.

Entre os filmes concorrentes ao Prêmio Felix, estão: “Beira-Mar”, de Filipe Matzembacher, “Califórnia”, de Marina Person e “Ralé”, de Helena Ignez e com Ney Matogrosso no elenco. Veja a lista completa no site do Festival.

DEIXE SEU COMENTÁRIO