“Liberdade religiosa não é desculpa para negar a qualquer cidadão americano seu direito constitucional”, disse o Presidente Obama para o Country’s LGBT Community, que é um dos seus principais fontes de apoio financeiro e político.

O discurso foi feito durante uma “festa” beneficente para o Partido Democrata, onde Obama declarou ainda que é importante que entendam que ainda existem certas partes da América que se sentem desconfortáveis com a ideia do casamento entre iguais e quanto isso levaria tempo para que essas seções renunciassem suas inibições religiosas para que eles finalmente possam se relacionar com os demais Americanos que apoiam esse tipo de união, providências constitucionais de liberdade religiosa não pode ser usada para negar a comunidade gay seus direitos fundamentais.

“Afirmamos que nós prezamos nossa liberdade religiosa e que somos profundamente respeitosos em questões de tradições religiosas”, disse Obama durante suas observações que eram constantemente interrompidas por aplausos e gritos.

“Mas também temos que lembrar que nossa liberdade religiosa não nós permitem negar aos nossos amigos Americanos seus direitos constitucionais. E como nos preocupamos uns com os outros, temos que rejeitar qualquer forma de discriminação como maneira de conseguir votos. Não é assim que a América vai para frente.”

DEIXE SEU COMENTÁRIO