Gays-e-bissexuais-duas-vezes-mais-de-chances-de-desenvolver-câncer-de-pele-620x350

Uma pesquisa feita nos Estados Unidos revelou que gays e bissexuais são seis vezes mais propensos a fazer bronzeamento artificial e duas vezes mais chance de desenvolverem câncer de pele.

“Uma causa provável para mais câncer de pele dentre gays e homens bissexuais é a maior exposição à radiação ultravioleta causada por bronzeamento artificial”, disse Sarah Arron.

“Muitas pessoas, especialmente jovens, associam bronzeamento com saúde e poder de atração, e infelizmente esse mito tem consequências graves”, explica.

A médica espera que o estudo “ajude a aumentar a conscientização entre os prestadores de cuidados de saúde que gays e bissexuais constituem uma população de alto risco para o câncer de pele.

No Brasil, câmaras de bronzeamento artificial foram proibidas pela Anvisa em 2009 exatamente pelo alto risco de câncer. Entretanto, inúmeras câmaras existem de forma clandestina em clínicas e residências pelo país, como tem sido divulgado na imprensa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO