Destinado a quebrar o preconceito acerca da mudança de gênero, o fotógrafo canadense Wynne Neilly documentou o seu próprio processo de transição.

No ensaio “Female to ‘Male’” (Feminino para “Masculino”, em português), Neilly registrou sua transformação em 52 autorretratos, uma foto por semana. Fez gravações de áudio, capturou objetos que, de alguma forma, representassem a sua jornada, além de assinalar todas as suas fases a partir do momento em que decidiu tomar hormônios.

Untitled-1

A iniciativa parte de um processo de reeducação quanto à questão. As imagens representam uma forma de libertação. O artista declarou em seu site pessoal: “de nenhuma forma senti que minha transição fosse ‘do feminino para o ‘masculino’. Em nenhum momento da minha vida senti que era uma mulher”.

O ensaio está atualmente em exibição no Ryerson Image Centre em Toronto, no Canadá.

[Best_Wordpress_Gallery id=”28″ gal_title=”Wynne Neilly”]

DEIXE SEU COMENTÁRIO